Dicas, Pet, Répteis

Iguana como um animal de estimação

A iguana como animal de estimação é cada vez mais popular. No entanto, antes de a adotar deve conhecer toda a sua morfologia e tipo de vida. Alguns compradores compram-na pela cor verde chamativa dos animais jovens e devido ao seu tamanho próximo dos 50 cm.
Mas com o tempo podem chegar a medir 1,80 metros, um tamanho considerável que já será difícil de manter se contar com um apartamento pequeno.
Devemos estar conscientes de que não é a mesma coisa que ter um cão, animal de estimação de quase todas as pessoas que conhecemos. Os cuidados que requer um animal exótico são um pouco diferentes.

O que é uma iguana?


A iguana é um réptil. É como um pequeno lagarto com uma grande cauda e dentes afiados. Sua cauda é seu instrumento de defesa. Ainda que, geralmente, sejam tranquilas, é importante que se tenha cuidado, pois elas podem se irritar com facilidade e nos machucar com isso.
Não podemos nos esquecer que ela pertence à família dos lagartos e dos crocodilos, animais de sangue frio. Se há algo de que eles não gostam, atacam sem compaixão. Mas não se preocupe, uma iguana como animal de estimação não poderá matar você, e se você tratá-la com carinho e suprir suas necessidades, ela poderá ser uma amiga mais do que carinhosa.

Quanto tempo vive uma iguana como animal de estimação?


Adotar um animal de estimação, sem importar o tipo de animal, é sempre uma responsabilidade. Uma iguana pode viver entre 20 e 30 anos, portanto, antes de adotar uma, leve isso em conta, você terá que cuidar dela durante 20 anos, mais ou menos.
Já houve casos de algumas iguanas que morreram antes dos 20 anos, por não terem vivido em condições ideais para elas, é importante se lembrar que são animais tropicais. Os lugares muito frios podem prejudicar pouco a pouco a saúde delas e fazer com que morram antes do previsto. Esses animais não estão preparados para isso.

O terrário para a iguana


As dimensões mínimas do terrário para a sua iguana adulta deverão ser de pelo menos 150x160x75 cm. Tendo em conta que é mais importante a altura que a largura do terrário, visto que no interior deverá colocar um tronco com ramos para o animal trepar.
A temperatura no interior do terrário deverá oscilar entre os 28ºC e os 32ºC. Durante a noite quando o animal está inativo poderá baixar a temperatura até aos 25ºC.
No fundo do terrário poderá colocar uma camada de cascalho de cerca de 11-15 cm, sob a qual passarão todos os cabos: o do aquecedor, o da luz UBV fluorescente de 0,5, para que a iguana sintetize corretamente a vitamina D.
A umidade deve oscilar entre 70-85% e para além do bebedouro, em que deve mudar a água diariamente, é conveniente contar com um recipiente pouco profundo e largo para tomar banho.
Para além do tronco, pode colocar umas pedras planas sem arestas e algumas plantas não tóxicas para decorar o terrário.

O que as iguanas comem?


Outra das dicas para ter uma iguana de estimação tem a ver com a sua dieta. Por ser uma espécie herbívora, sua dieta é baseada em folhas e frutos. Alguns vegetais adequados para ela são alface, couve, dente-de-leão, nabo e mostarda.
Além de dar folhas, você pode complementar sua dieta com frutas: bagas, melões, morangos, mirtilos, maçãs e bananas.
Além disso, lojas de animais vendem alimentos especiais: grânulos secos que se misturam com vegetais e são um complemento muito bom.
Como a iguana não come insetos em seu habitat natural, você não precisará oferecê-los a elas. Elas podem comer um verme ou mosquito que apareça de vez em quando entre os vegetais, mas nada mais.
Além disso, não se esqueça de colocar várias tigelas com água no terrário para que ela possa beber e, ao mesmo tempo, aumentar a umidade do seu habitat.

A saúde da iguana doméstica


A sua iguana deve ser sempre controlada pelo veterinário. Perante uma mudança de cor, o fato do brilho da sua pele se apagar, ou qualquer outra mudança deve consultar o seu veterinário para avaliar a alteração descartar algumas das doenças mais comuns das iguanas.
Ocasionalmente devem ser administrados complementos vitamínicos, receitados sempre pelo veterinário. O veterinário também lhe deverá cortar periodicamente as unhas para que as garras não crescerem torcidas.
Deve evitar as correntes de ar e as descidas bruscas de temperatura, pois a iguana pode sofrer de infecções respiratórios devido a patógenos.
Se vir que na pele da sua iguana crescem uns pontos brancos, é sinal de que os ácaros estão colonizando a pele da sua iguana. Deverá dar banho à sua iguana com água morna e depois limpar a fundo o terrário.
As iguanas podem sofrer da presença de carrapatos, poderá tirá-los com uma pinça.

Interagindo com a iguana doméstica


Para interagir corretamente com a sua iguana, a primeira coisa a fazer será aprender a pegar nela de forma correta. Nunca pegue na sua iguana pela cauda, pois pode sair com muita facilidade.
Deverá pegar nela com suavidade pela barriga à altura das patas de trás. Vá vendo como a iguana reage, se tentar acertar em você usando a sua cauda como um chicote ou abrir agressivamente a sua boca, é porque não deseja ser incomodada.
Algo que deverá fazer que ajudará na interação com a sua iguana, é deixá-la andar fora do terrário durante uma hora por dia, sempre sob a sua supervisão.
Outra dica se você quer ter uma iguana de estimação é lembrar que é um animal solitário na natureza. Portanto, se você quer oferecer-lhe companhia, recomendamos adotar uma iguana do sexo oposto.
Os machos são muito territoriais e se tornam agressivos quando veem outro do próprio sexo. Portanto, eles vão lutar e se machucar quando se encontrarem. Dessa forma, é melhor ter uma parceira.

A iguana é ideal para mim como animal de estimação?


Sim e não. Depende do que você procura em um animal de estimação. Se você quer um animal que venha e te encha de mimos quando você o chamar, não, ela não é o animal ideal. Se você tem crianças, não é um animal de estimação ideal para elas, por mais que gostem. Elas não entenderão que não é um brinquedo e eles poderão machucar um ao outro.
Portanto, leve em conta estes fatores se decidir adotar uma iguana e, principalmente, medite bem nos motivos pelos quais você quer ter uma.
Lembre-se que qualquer animal é uma responsabilidade e que, uma vez que se comprometa, já não há mais retorno… até que a morte os separe.

 

Fontes: Meus Animais e Perito Animal

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.