Pet Bicho Animal

Declaração Universal de Bem-Estar Animal

Photo by joel herzog on Unsplash

Os animais podem experimentar sofrimento e sentir dor. Existe entretanto, uma proteção inadequada para um grande número de animais em muitas partes do mundo. Os animais continuam a sofrer desnecessariamente, devido à crueldade intencional e não intencional, a ignorância e a negligência.

Existe a necessidade urgente de um compromisso internacional para proteger os animais e suas necessidades de bem-estar. Tal compromisso iria inspirar os líderes políticos, organizações e indivíduos em tratar os animais melhor e será o começo do fim da crueldade contra os animais em todo o mundo.

Atingir esse compromisso na forma de uma Declaração Universal de Bem-Estar Animal (DUBEA) é um passo fundamental para mudanças na legislação e nas políticas, melhorando sua aplicação e inspirando atitudes positivas em relação aos animais em cada canto do mundo. Atingir esse compromisso internacional nas Nações Unidas irá promover um impulso extra para os governos, bem como estabelecer uma ligação indiscutível entre o bem-estar animal e a proteção das pessoas e do planeta.

A declaração do nosso dever de respeitar os animais e as suas necessidades de bem-estar teria um impacto de longo prazo no bem-estar de bilhões de animais e pessoas em todo o mundo.

Preparar o terreno para mudanças

O reconhecimento do bem-estar animal é uma excelente notícia para as pessoas e para o planeta. Leia abaixo os estudos de caso para saber mais.

Uma agricultura sustentável para as pessoas e o planeta

A dimensão do problema

O bem-estar animal ainda não é relevante em todo o mundo, afetando assim uma grande quantidade de animais. Os exemplos são muitos e causados por uma variedade de motivos, tais como a nossa crescente demanda por carne, o impacto de desastres naturais e a falta de compreensão em como cuidar de animais. Um acordo entre os governos é necessário a fim de se proteger os animais da crueldade e da negligência, agora e no futuro.
Bilhões de animais são criados de forma intensiva para servir como fonte de alimento. Eles têm pouco ou nenhuam espaço para se mover ou para expressar seu comportamento natural. A maioria nunca experimentou o ar fresco e a luz do dia e não têm nenhuma garantia de uma morte humanitária.

Animais selvagens são caçados e mortos cruelmente em quantidades que chegam aos milhões, para fins comerciais ou no mercado negro. Suas peles, pele, dentes, ossos e outras partes do corpo são vendidos legalmente e ilegalmente para fazer roupas, enfeites e medicamentos. Eles também são maltratados em nome do entretenimento e do esporte.

Existem cerca de 1 bilhão de gatos e cães nas ruas em todo o mundo. Por diversas vezes são temidos e perseguidos por pessoas que tem medo de contrair doenças como a raiva. As autoridades locais muitas das vezes não têm acesso as leis sobre o tratamento humanitário aos animais, utilizando métodos comuns para controle populacional como por exemplo, envenenamento, tiro e electrocussão, que causam uma morte lenta e dolorosa.

Cavalos, burros, mulas e outros animais de trabalho ajudam a pelo menos metade da população em todo o mundo a manter a sua subsistência. Existem poucas leis e recursos inadequados que protegem o seu bem-estar. Muitos trabalham por longas horas sem descanso ou água. Manqueiras e feridas causadas pela má colocação dos equipamentos, doenças e uma alimentação pobre são causadores de um terrível sofrimento.

Apoie essa causa: PARA MIM OS ANIMAIS IMPORTAM e saiba mais.
Um movimento: WSPA

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.