Dicas, Pet, Pet Bicho Animal

Briga entre pets

Tem hora que a amizade acaba e um gato se engalfinha com o outro, fazem um escândalo doido, dão tapas na cara um do outro, unhadas, mordidas, é feio de se ver, briga de rua explícita. Tanto é que, em Inglês, existe a expressão “cat fight” ou “briga de gato”, para dizer que foi um quebra-pau daqueles, só que entre gente.

Eles brigam por três motivos principais, na Natureza: disputa de fêmeas, território e comida. Em casa, normalmente, os gatos formam um bando, como se fosse uma família e se sentem ofendidos se, por exemplo, um outro macho adulto resolve invadir o quintal.

O macho do bando (se houver mais de um, o líder pode ser o que tiver a cabeça maior ou o mais velho ou o primeiro que chegou, depende), deixa claro que é o dono do pedaço e, normalmente, o bando se une e o visitante indesejado não volta mais a ameaçar o grupo.

Brigas entre os membros do próprio grupo também são comuns. Um, acorda com mau humor e sai no tapa com o outro, igualzinho aos humanos. Eles também brigam de mentirinha, só para treinar, como os meninos, fingindo que são mestres do Kung-Fu, fingem que dão chutes e golpes, até que acertam uma canelada de verdade e vão brincar com figurinhas.

Se a briga estiver feia mesmo, você pode separar os brigões fazendo barulho, batendo os pés no chão, batendo palmas, ou, acredite, imite uma tremenda freada de carro, eles se assustam e desviam a atenção para o perigo externo e a briga acaba. Se a coisa estiver mesmo feroz, principalmente entre cachorros grandes, jogue água com a mangueira, não chegue perto, pois, com certeza, sobra mordida para você também.

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.