Fatos e Curiosidades, Pet, Répteis

Como os Répteis enxergam?

Apesar de sua popularidade crescente, alguns assuntos ainda são verdadeiros mistérios para os tutores de pets exóticos. A visão dos répteis, por exemplo, é um tema que desperta muita curiosidade.
Afinal, como eles veem o mundo? Você já parou para pensar sobre como funciona o sentido da visão nestas espécies? 

Como funciona a visão dos répteis

Primeiramente, é importante entender que quando falamos da visão de répteis, nos referindo a diferentes espécies. Imaginar como outros animais enxergam é muito difícil, os humanos, por exemplo, enxergam as coisas através da visão.
Porém, isso nem sempre acontece no mundo animal. As imagens que nós observamos são formadas, basicamente, por dois tipos de células: os bastonetes reconhecem a luminosidade e os cones, as cores.
Esses dois estímulos combinados formam uma imagem no cérebro e, assim, enxergamos o mundo. Porém, cachorros, por exemplo, são pouco visuais. Para eles, entender as coisas é uma combinação de visão, audição, e principalmente olfato. 

Cobras

A visão das cobras é uma das mais interessantes entre os répteis. Como são grandes predadores, esses animais desenvolveram uma excelente visão noturna.

A visão das cobras também é formada por células cones e bastonetes, mas, diferentemente dos seres humanos, elas só enxergam as tonalidades azuis e verdes. Isso não significa que as cobras tenham uma visão limitada, pelo contrário. Elas enxergam relativamente bem e usam outros sentidos e recursos como forma de complementar a visão.
Se você já observou uma cobra por alguns minutos, conseguiu vê-la colocando a língua para fora, não é mesmo?
Isso acontece por causa do órgão vomeronasal, que permite que, por meio da captação de moléculas no ar, a cobra seja capaz de identificar uma presa potencial ao seu redor. Além disso, algumas espécies de cobras ainda têm a capacidade de enxergar por meio de ondas de calor, identificando suas presas até mesmo na mais profunda escuridão da noite. 

Lagartos

Outro réptil muito querido, o lagarto também possui uma visão incrível. Diferente das cobras, ele se orienta pelas imagens. Por isso, seus olhos são grandes e bem estruturados. Assim, conseguem ver de longe o predador e planejar a sua fuga!


Aliás, é importante dizer que os lagartos enxergam mais cores do que os seres humanos. Estes animais possuem quatro tipos de cones, as células que diferenciam as cores na visão. No nosso caso, temos três tipos de cones, células dedicadas as cores. Com eles, podemos identificar o vermelho, o verde e o azul, cores primárias que formam todas as outras. Por isso, eles conseguem identificar cores ultravioletas, enxergando um mundo com tonalidades muito mais vivas e vibrantes.
É difícil imaginar como seria uma visão ultravioleta. Mas, segundo estudiosos, lagartos enxergam um mundo muito mais colorido e interessante que o nosso.
Outra curiosidade sobre a visão dos lagartos é seu “terceiro olho”, chamado olho parietal. Esta estrutura, muito parecida com um olho comum, também aparece em outros animais.

Se você reparar bem é fácil de identificar: uma mancha circular na parte de cima da cabeça, bem no meio. Este órgão é utilizado para auxiliar os animais a identificar a luz e, assim, se orientar melhor e buscar uma boa fonte de calor.

Tartarugas

Simpáticas e divertidas, as tartarugas tem a visão adaptada para ambientes aquáticos e terrestres. Elas enxergam colorido e com nitidez, mas possuem um ângulo de visão mais limitado, o que dificulta a visão periférica.


Uma curiosidade sobre as tartarugas é sua capacidade de enxergar diversos tons de vermelho. De acordo com um estudo da Universidade de Cambridge, estes répteis possuem um gene especial só para enxergar esta cor!
Herança dos dinossauros, o chamado “gene vermelho” permite que as tartarugas enxerguem tons de vermelho que não existem para nós. É difícil entender como esta característica ajuda as tartarugas. A suspeita é que, no passado, auxiliou a espécie a se alimentar e a fugir de predadores.

Aprender estes fatos curiosos sobre nossos amigos de sangue-frio os deixam ainda mais apaixonantes. Assim como outros pets, cobras, lagartos e tartarugas, possuem um jeito único de enxergar o mundo. A natureza é fantástica, não é mesmo? 

 

Fonte: Olho Clínico e Petz

Postagens Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.